Investimento em Ouro

Saiba como investir em commodities de maneira fácil!

Como boa prática de investimentos, é muito importante diversificar os aportes realizados, de acordo com seu perfil de investidor, expondo o patrimônio a diferentes ativos.

Aura | 24 de junho de 2021

Como boa prática de investimentos, é muito importante diversificar os aportes realizados, de acordo com seu perfil de investidor, expondo o patrimônio a diferentes ativos. Assim, para concretizar essa estratégia, muitos investidores procuram as mercadorias básicas da economia e acabam com dúvidas sobre como investir em commodities.

As commodities podem ser agrícolas, ambientais, financeiras e minerais, entre outras. Destaques recentes foram o dólar, o ouro e a soja. No ano de 2020, o dólar acumulou uma valorização de 23,36%¹, o ouro atingiu a marca de 55,9% de crescimento² e a soja teve alta de 57,9%³, o que certamente chamou a atenção de muitos investidores para esse tipo de ativo.

No entanto, antes de investir, devemos considerar nosso perfil de investidor e as características dos ativos, afinal a rentabilidade passada não é garantia de um bom desempenho futuro.

Continue a leitura para tirar dúvidas e entender como as commodities podem contribuir para diversificar a sua carteira!

O que é preciso saber antes de investir em commodities?

As commodities são os ativos mais básicos da economia. Na ampla maioria das vezes, o termo se refere às matérias-primas antes de qualquer industrialização, como milho, soja, boi, ouro, minério de ferro, trigo e algodão.

Commodities agrícolas

As commodities agrícolas incluem os grãos, frutos e vegetais negociados na economia global. Soja, laranja, trigo, café, milho etc. são alguns exemplos. Igualmente, abrangem os produtos pecuários, como as carnes de boi, frango e porco.

Commodities ambientais

A segunda categoria compreende os bens retirados do meio ambiente, como água, celulose, biodiversidade e madeira.

Commodities minerais

A seguir, temos os ativos minerais e rochas entre as opções de como investir em commodities. Ouro, minério de ferro, petróleo e gás natural são exemplos desse grupo.

pedra de ouro representando como investir em commodities

Commodities financeiras

Por fim, as commodities financeiras são ativos financeiros básicos e amplamente negociados, como os títulos de dívida pública e as moedas.

Características das commodities

A partir dos exemplos, podemos identificar pontos em comum nos diferentes tipos de commodities, que devem ser levados em conta antes de investir. Em geral, esses ativos apresentam as seguintes caraterísticas:

  • função de matéria-prima;
  • negociação no mercado global;
  • preço influenciado por moedas estrangeiras, notadamente o dólar.

Além disso, temos diferentes opções de como investir em commodities:

  • compra de bens físicos ou certificados;
  • fundos de investimento;
  • ETFs (fundos que tentam refletir o desempenho de índices);
  • contratos futuros (acordos de compra e venda a prazo);
  • contratos à vista;
  • compra de ações de empresas do segmento da commodity;
  • BDRs (certificados negociados no mercado de balcão ou na bolsa de valores brasileira vinculados a valores mobiliários emitidos no exterior) de empresas do segmento da commodity.

Entre essas opções, comprar ouro se destaca pois, além do valor como matéria-prima, é um instrumento financeiro ligado à reserva de valor. Portanto, muitas pessoas buscam o ativo com a expectativa de proteger o patrimônio em momentos de crise, inflação alta, aumento de preço do dólar etc.

Quais são as possíveis vantagens de investir em commodities?

As commodities são opções a serem consideradas pelo investidor, isso porque as principais vantagens estão ligadas à quantidade e variedade de alternativas, viabilizando o encontro de ativos para diferentes perfis e objetivos financeiros.

Diversificar a carteira

Quem busca opções para diversificar a carteira pode não só expor o patrimônio a diferentes commodities, como escolher entre vários tipos de investimentos (BDRs, ações, contratos futuros, fundos, compra direta etc.). Logo, é possível compor uma carteira com riscos, volatilidade, liquidez e expectativa de retornos bastante variados.

Contar com boa liquidez

As principais commodities são negociadas na bolsa de valores e, geralmente, contam com boa liquidez. Podemos citar como exemplos de ativos com essa característica os minicontratos de dólar, as ações, os BDRs, fundos de investimento em commodity com liquidez diária e os certificados de ouro.

Proteger o patrimônio

Algumas commodities são usadas como estratégia de proteção patrimonial. O tesouro direto, por exemplo, é visto como um investimento conservador, usado para mitigar os riscos da carteira.

Igualmente, o ouro costuma ter um bom desempenho anticíclico. Resumidamente, nos períodos de crise financeira, o minério pode se valorizar, uma vez que o preço é atrelado à cotação do dólar e, historicamente, nesses períodos há uma tendência ao crescimento da demanda por ativos considerados seguros.

Usar da alavancagem

Já a alavancagem é uma estratégia que vai no sentido oposto à proteção. Com a alavancagem, assumimos as perdas e ganhos de um ativo, investindo apenas uma fração do valor dele, graças a mecanismos de crédito e garantia.

Um exemplo simples é o minicontrato de dólar. O valor cheio desse ativo representa a compra de US$ 10.000,00. Porém, muitas corretoras permitem o pagamento apenas da margem de garantia, suficiente para arcar com os ganhos e perdas.

Se um investidor pagar a margem de garantia de US$1.000,00, e o ativo se valorizar 1%, o resultado será US$100,00 (1% de US$10.000,00), e não US$10,00 (1% de US$1.000,00). Porém, vale ressaltar que a desvalorização seguiria a mesma lógica, o que torna a alavancagem mais indicada para investidores experientes.

Como investir em commodities?

O investidor tem como investir em commodities nas corretoras de valores, utilizando-se das alternativas presentes nas plataformas da corretora e no home broker. Se você tem dúvidas, siga o passo-a-passo:

  • escolha uma corretora de boa reputação;
  • avalie seu perfil de investidor;
  • faça o cadastro na plataforma;
  • envie as fotografias dos documentos solicitados;
  • faça o TED para transferir valores para conta na corretora;
  • pesquise pelos ativos, informe-se sobre os fatores de risco e monte a sua carteira.

As corretoras geralmente disponibilizam plataformas de investimento, que funcionam como uma espécie de e-commerce dos ativos. Lá você busca as opções oferecidas por categorias, nomes, renda fixa ou renda variável etc.

Alternativamente, o investidor pode escolher o home broker, que é mais completo e permite a compra de qualquer ativo negociado na bolsa de valores pelo código do ativo. Por exemplo, assim como pesquisamos PETR4 para ações da Petrobrás, utilizamos o código AURA33 para BDRs da Aura ou BGIX20 para um contrato de boi gordo.

Comece, portanto, conhecendo o seu perfil de investidor nas avaliações disponibilizadas por corretoras e sites especializados em finanças. Depois, conforme os percentuais indicados de renda fixa e renda variável, pesquise sobre os ativos que podem ser interessantes para compor uma carteira diversificada e seus respectivos riscos e vantagens. Por fim, consulte o código de negociação na lista de produtos e serviços da B3.

Viu só como investir em commodities é fácil? Muitas commodities são acessíveis até mesmo para o pequeno investidor, e vale considerar esses ativos como parte da sua estratégia. No entanto, lembre-se sempre da importância de diversificar os investimentos e buscar opções compatíveis com o seu perfil.

Para aprender mais sobre esses investimentos, confira o conteúdo sobre como investir em ouro e conheça as particularidades dessa commodity!

[AVISO IMPORTANTE: este artigo é meramente informativo e não se trata de uma recomendação de investimento. Retornos passados, quando mencionados, se baseiam em fatos passíveis de demonstração, que servem apenas como referência histórica e não são garantia de retornos futuros. Investimentos envolvem riscos e podem resultar em perdas, inclusive da totalidade do capital investido, ou mesmo a necessidade de aportes adicionais, conforme o caso. O conteúdo deste artigo reflete apenas a opinião pessoal de seus autores.]


¹https://economia.uol.com.br/mais/ultimas-noticias/2021/01/26/dolar-continua-em-alta-veja-como-aplicar-nessa-moeda-com-pouco-dinheiro.htm

²https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/12/31/ouro-e-o-investimento-que-teve-maior-rentabilidade-em-2020

³https://einvestidor.estadao.com.br/investimentos/soja-se-valoriza-como-investir

Posts Relacionados

Entenda o que é uma boa carteira de investimentos e veja 5 dicas para diversificar os ativos

Investimento em Ouro
8 de junho de 2021
leia agora

Saiba como comprar BDR e quais podem ser as vantagens

Investimento em Ouro
12 de maio de 2021
leia agora